Microfisioterapia

Microfisioiterapia3

A microfisioterapia (microkinesitherapie), é uma especialidade da fisioterapia que utiliza mapas embriológicos como guias para o tratamento manual de determinadas áreas do corpo, com o objetivo de reprogramação das memórias traumáticas. Estas memórias podem ser decorrentes de traumas físicos, tóxicos ou emocionais e podem ter suas origens em épocas passadas, porém mantém até a atualidade um registro sobre o ocorrido no cérebro, uma memorização nas células e uma marca correspondente sobre a pele, chamada de cicatriz patológica pela microfisioterapia. Esta cicatriz é um vestígio do evento traumático, caracterizada pela diminuição da mobilidade ou pela perda de vitalidade no local da sua instalação. A investigação e o todo o tratamento da microfisioterapia devem ser efetuados sobre a cicatriz patológica.

O corpo humano, naturalmente possui a capacidade de se adaptar, se defender e se autocorrigir em caso de agressões traumáticas, emocionais, tóxicas, virais e bacterianas. E quando sofremos alguns destes tipos de agressão do meio externo, temos duas possibilidades de respostas: a primeira, quando o organismo está preparado e em boas condições, é reconhecer e combater o estimulo agressivo sem deixar vestígios, e a segunda, quando o organismo está incapacitado, no momento da agressão, de uma resposta adequada, é criar a memorização da agressão e modificar a vitalidade tecidual. Neste último caso, a agressão deixa traços, marcas (cicatrizes) que atrapalham o funcionamento das células e dos tecidos orgânicos e ficam armazenadas na memória celular ou tecidual. E a microfisioterapia atua exatamente sobre estas memórias armazenadas que não puderam ser eliminadas pelo corpo no momento da lesão, e que são responsáveis pelos sintomas ou patologias (doenças) observadas no paciente.

Para a realização do tratamento da microfisioterapia, o terapeuta especializado segue mapas criados a partir do estudo da embriologia para encontrar as cicatrizes patológicas inscritas na pele e através da mobilização delas, consegue informações sobre o evento ocorrido: se a agressão foi devido a um trauma físico, uma toxidade, uma infecção ou um evento emocional, qual o órgão afetado (hipófise, rim, estomago, músculos e etc.) e qual a data do acontecimento. Informar ao paciente a data aproximada da agressão, por meio da contagem em meses ou anos sobre a cicatriz patológica, é um fenômeno não compreendido totalmente, mais é uma informação interessante por permitir ao paciente saber a origem do problema. O estudo sobre a memória tecidual e o princípio holográfico da física quântica auxilia na compreensão desse fenômeno. Para o paciente pode parecer muitas vezes, um fenômeno mágico ou de adivinhação dizer a data do evento, o órgão atingido no corpo e o tipo de agressão que gerou a alteração da saúde dele, porém a microfisioterapia é uma técnica com bases científicas sólidas e realiza somente uma leitura do corpo através da palpação da cicatriz patológica.

O terapeuta ao encontrar os pontos que correspondem a memória do evento (a cicatriz), utiliza toques específicos (que simulam o ocorrido) e em microescala, exatamente sobre os pontos indicados pelos mapas de tratamento para reinformar ao organismo sobre o ocorrido. Após exercer a correção manual o corpo inicia imediatamente sua correção, mesmo que a agressão que gerou o desequilíbrio da saúde tenha ocorrido há décadas ou até mesmo durante a vida intrauterina. Os registros encontrados são sempre relacionados a choques traumáticos: infecções, lesões tóxicas, traumas emocionais e dificuldades existenciais.